Por que investir em automação de armazenagem?

A automação de armazenagem é uma ótima forma de otimizar as operações e superar vários dos principais desafios da logística em um armazém. Ao cuidar bem deste processo, todos os resultados da empresa são afetados de forma positiva, permitindo um maior cuidado com os produtos, melhor atendimento ao cliente e um expressiva redução na quantidade de erros de processamento de pedidos. Então, acompanhe a leitura deste artigo e entenda por que investir em automação de armazenagem.

Automação de Armazenagem - Entenda porque investir

O que é a automação de armazenagem?

Como o nome indica, a automação de armazenagem é um processo em que ferramentas e métodos modernos tornam as operações de logística mais eficientes. As tecnologias podem ser aplicadas em diferentes partes do processo, mas o foco neste caso é a armazenagem.

Alguns dos pontos mais importantes da armazenagem dos produtos são melhorados através da automação. Os principais são: recebimento, estocagem, separação, movimentação e expedição.

Alguns usos da automação de armazenagem

Em cada um deles, são usados métodos de automação de armazenagem que permitem que elas sejam mais eficientes.

Por exemplo, duas tecnologias interessantes utilizadas na automação de armazéns são o código de barras, e o QR Code, que podem ser empregadas já no momento do recebimento das mercadorias. Com emprego destas tecnologias, cada produto pode ser etiquetado com um código, que irá trazer as informações básicas e mais relevantes para identificar o mesmo de forma inequívoca.

Altura, peso, data de validade, características mais específicas do produto e diversas outras informações importantes, podem ser exibidas automaticamente para o encarregado pelo recebimento, que utilizar um equipamentos de leitura acoplado a um coletor de dados ou terminal de consulta.

Além disso, existe uma vantagem de utilizar um software de gestão de armazéns que suporte o uso de leitores de código de barras, pois eles permitem otimizar o processo de recepção e armazenamento de cargas. Neste tipo de operação geralmente o software de que controla o recebimento é integrado com o restante da operação, indicando o local que o produto deverá ser armazenado, como a fileira e prateleira.

Por exemplo, se for usado o modelo PEPS, o software pode definir automaticamente a ordem em que os produtos precisam sair. Ou seja, o software pode pode otimizar a alocação das mercadorias afim de facilitar a sua saída posterior.

A movimentação interna de cargas também pode de beneficiar das novas tecnologias, podendo ser feita de forma automatizada. Robôs, munidos de Inteligência Artificial e apoiados por tecnologias como beacons ou GPS, podem ir aos locais em que os produtos estão estocados e fazer a movimentação até a área em que eles serão embalados.

Outro exemplo é quando as próprias estantes fazem a movimentação. Elas são construídas de forma que permitem que os produtos se movimentem de uma ponta a outra do armazém, geralmente do picking à saída, possibilitando uma rotação mais eficiente dos produtos, atendendo ao FIFO e permitindo uma maior agilidade na preparação das encomendas. São as famosas estantes dinâmicas.

Métodos de armazenagem

Estas soluções de automação são combinadas com ferramentas e métodos de gestão para criar soluções únicas para cada empresa e, ao mesmo tempo, extremamente eficientes.

Entre esses métodos, pode-se citar a curva ABC, que consiste em categorizar os SKU em ordem de importância, e os métodos de otimização de fluxos logísticos First in – First Out e Last in – First Out (FIFO e LIFO, respectivamente).

O fato é que o processo de armazenagem não pode depender apenas de controles manuais, é preciso analisar cada operação afim de identificar oportunidades de implementação de ferramentas tecnológicas que permitam automatizar a armazenagem ou os seus controles, afim de obter ganhos de perfomance e economia em escala. Então, um software que controle tanto as soluções automatizadas como os métodos que serão aplicados podem trazer um processo de armazenagem ainda mais eficaz.

Conheça as Melhores Soluções para o seu Armazém

Por que investir em automação de armazenagem?

Todas estas soluções apresentadas são interessantes, mas afinal, será que elas valem mesmo a pena? Depende, as empresas que as adotam precisam que elas ajudem a trazer resultados maiores, mais claros e tangíveis. Sendo assim, os benefícios da automação em armazenagem podem ser muitos, dependendo é claro, do perfil de cada empresa e operação.

O primeiro é uma diminuição de perda de produtos. Como vimos acima, as soluções de controle de entrada, saída e estocagem garantem ao gestor total conhecimento sobre os produtos que passam pelo seu armazém. Isso é vital para qualquer operação, mas é ainda mais importante nos casos em que as mercadorias têm um tempo de validade mais curto.

Outro grande benefício é a organização das informações e dos processos, resultando em benefícios tanto para empresa quanto para o cliente. Por exemplo, o uso dos robôs combinados com as informações de onde determinado produto está armazenado torna o atendimento dos pedidos e a movimentação de mercadorias muito mais ágil, ajudando a garantir a satisfação do cliente.

Já por parte da empresa, existe uma otimização dos processos, evitando que seja perdido tempo com retrabalho.

Com isso, fica claro o maior benefício da automação em armazenagem. A diminuição de perdas de produtos e a otimização dos processos dentro do armazém, que resultam em uma redução dos custos, fazendo com que seja um investimento que em muitos casos valha muito a pena do ponto de vista financeiro.

Mas, a automação de armazenagem se torna ainda mais essencial por ser uma resposta às novas demandas das operações. Atualmente, é comum encontrar pedidos mais frequentes, com demandas menores e uma tolerância cada vez menor aos erros. Ou seja, a competição se torna ainda mais forte baseada exclusivamente na velocidade do ciclo e na qualidade da entrega.

Isso significa que os gestores devem implementar processos mais rápidos e mais precisos, se quiserem sobreviver e prosperar no mercado. Afinal, todos ou a maioria dos concorrentes também estão na corrida por este tipo de solução.

A importância de um software WMS

É evidente que para que um armazém opere corretamente, é preciso ter uma boa ferramenta para controlá-lo. Por isso, um software WMS – Warehouse Management System é essencial, com ele a rotina de um armazém logístico passa a ser mais simples, visto que a automação também se estende aos processos gerenciais, não apenas operacionais.

Este sistema auxilia no controle de cada etapa do processo de armazenagem. Por exemplo, ele ajuda a otimizar os processos de picking e cross-docking, além de ter ligações com outras ferramentas. Se a empresa usar um ERP, qualquer registro de compra pode ser integrado diretamente com o armazém, dando início ao processo logístico de forma automatizada e totalmente controlada.

Por fim, o sistema WMS também traz relatórios que podem ajudar os gestores a tomar melhores decisões em relação ao seu armazém. Além de ser uma forma de agilizar o trabalho, ele ainda traz uma excelente fonte de informações.

Conheça as Melhores Soluções para o seu Armazém

Então, se você quiser aproveitar estes benefícios dentro do seu armazém, para torná-lo mais automatizado e eficiente, conheça o nosso software WMS! Com ele, você tem controle total de tudo que acontece dentro do seu ambiente, podendo combinar tecnologias e métodos para torná-lo ainda melhor.